Home > Freguesias > Penela da Beira

Penela da Beira

É sem dúvida a freguesia que mais testemunhos arqueológicos e história possui. A sua antiguidade é testemunhada pela maior necrópole megalítica do Concelho, constituída por cinco monumentos, dos quais se destaca o Dólmen da Capela da Senhora do Monte.

O antigo Concelho de Penela da Beira remonta, pelo menos, a meados do século XI, o que não é vulgar em Portugal. Nos fins do Séc. X, este território caiu em poder dos Mouros, do qual o libertou, depois de 1055 e antes de 1065, o rei leonês Fernando I, o Magno, na sua entrada pelo Cima/ Coa. Assim surgiu um dos municípios mais antigos de Portugal.

Depois da extinção do Concelho de Penela, a freguesia ficou incluída no concelho de Trevões, por sua vez extinto em 24 de Outubro de 1855. Passa a pertencer ao Concelho de Penedono, mais tarde ao de S. João da Pesqueira, para regressar ao de Penedono em 1898.

A Destacar:

Dólmen da Capela da Senhora do Monte
Dólmen do Carvalhal
Calçada Romana
Igreja de N. Senhora do Pranto
Capela de N. Senhora da Piedade
Capela de S. Sebastião
Capela de S. Tirso
Capela de S. António
Capela da Senhora do Monte
Sepultura

Festas e romarias: N. Sra. da Piedade e Senhor da Aflição
Outros locais de interesse turístico: Anta da Senhora do Monte (Monumento Nacional) Cabeço Alto, Monte do Pendão e do Reboledo, Parque Florestal da Maria Garcia, o Museu Etnográfico, Lugar de Britelo, Santo Tirso e Castedal
Gastronomia: Canja de grão de bico, borrego estufado, filhós, biscoitos, broas e bolo de azeite